Cartão de crédito negado? Conheça 5 possíveis razões

Além de ser um direito seu, saber o motivo da recusa é importante para corrigir os problemas antes de uma nova tentativa.

Depois que alguém adquire e passa a usar o cartão de crédito, fica até difícil imaginar a vida sem ele. Além de dar até 40 dias para pagar por uma despesa, um cartão torna muito mais fácil fazer compras parceladas e pela internet. Sem contar a comodidade de não precisar andar por aí com dinheiro vivo no bolso.

Antes de ter acesso a esses e outros benefícios, porém, é preciso passar pela aprovação do banco. E só quem já viveu essa experiência sabe o quanto é frustrante ter um pedido de cartão de crédito negado. Embora as empresas tenham seus motivos para dar uma resposta negativa, eles nem sempre ficam claros para os clientes. Com isso, além da sensação de impotência, muitos ainda perdem a oportunidade de “corrigir os erros”, o que aumentaria a chance de ter o pedido aprovado numa próxima tentativa.

Para quem já passou ou está nessa situação atualmente, listamos a seguir as 5 principais razões para ter um cartão de crédito negado. Ah! Elas valem também para quem planeja pedir um cartão em breve e quer ser aprovado de primeira!

1. Pontuação de crédito abaixo do esperado

Antigamente, o uso da palavra score parecia restrito ao universo dos videogames. Já hoje em dia, é comum ouvir falar que fulano ou sicrano não conseguiu um empréstimo ou um cartão por causa da pontuação. Mas nem todos sabem o que ela significa na prática.

Criado por empresas de proteção ao crédito, como Serasa e SPC, o score é uma pontuação de 0 a 1000 que indica qual é a chance de você honrar seus compromissos financeiros. Para isso, são levados em conta fatores, como: pagamento das contas em dia, histórico de dívidas, dados cadastrais e como anda seu relacionamento com bancos e instituições financeiras. A depender dessa avaliação, um cliente pode ter:

  • Entre 0 e 300 pontos: alto risco de inadimplência
  • Entre 301 e 700 pontos: médio risco de inadimplência
  • Entre 701 e 1000 pontos: baixo risco de inadimplência

Se você está com dívidas em seu nome, andou atrasando o pagamento de boletos e/ou está usando o limite do cheque especial, o score baixo pode ser o motivo por trás do pedido de cartão negado. Por via das dúvidas, confira gratuitamente sua pontuação no site do Serasa.

2. Nome sujo ou histórico de problemas financeiros

Quando fazemos compras com o cartão de crédito, é como se estivéssemos pegando dinheiro emprestado do banco de forma temporária. Ele paga o fornecedor na hora, e nós o pagamos de volta em até 40 dias. É por isso que, antes de aprovar um cartão, o banco quer ter alguma garantia de que você fará o pagamento da fatura. E uma das formas de conseguir isso é por meio da consulta do seu CPF.

Se ele estiver com restrição em algum serviço de proteção de crédito — o famoso “nome sujo” — é provável que o pedido de cartão seja negado. Nesse caso, quitar as dívidas pode ser uma saída para conseguir um cartão de crédito. Mas mesmo com o nome limpo, as empresas ainda podem negar o pedido se acharem que o histórico do cliente é de mau pagador.

 

3. Não ter histórico de crédito nenhum

Como visto, ao pedir um cartão de crédito, estar negativado não é bom. Mas o cenário não é muito melhor para quem não tem histórico financeiro nenhum. Ou seja, quando não existe nenhum tipo de conta em seu nome. Lembra que dissemos que o banco quer se assegurar de que o cliente fará o pagamento da fatura? Pois bem! Se você não tem conta em nenhum banco e nunca precisou pagar qualquer boleto endereçado a você, como ele vai avaliar? É um tiro no escuro!

Portanto, se esse é seu caso, comece passando algumas contas simples para o seu nome. Pode ser conta de água ou de luz. Assim, ao fazer o pagamento delas em dia, você começará a construir sua reputação como bom pagador, facilitando a aprovação.

4. Renda menor que a mínima necessária para o cartão

Outro motivo frequente para ter o pedido de cartão de crédito negado é não ter renda compatível com o cartão solicitado. Por conta das funcionalidades e benefícios oferecidos, cada cartão de crédito exige uma renda mínima de seus clientes. O objetivo aqui é tanto ter mais uma garantia de pagamento das faturas quanto estipular o seu potencial de gastos no cartão. Afinal, para o banco, não é interessante investir em vantagens como internet cortesia, valet gratuito, salas VIP, concierge 24 horas, entre outros serviços se você não costuma gastar muito no cartão a cada mês.

Sendo assim, digamos que você tenha uma renda mensal de R$ 4 mil, e peça um cartão premium, com renda mínima necessária de R$ 20 mil, o mais provável é que ele seja negado. A alternativa nesse caso é buscar opções com renda mínima compatível com seus ganhos.

5. Informações cadastrais incorretas

A esta altura do campeonato, já deu pra perceber que os bancos são bastante cuidadosos na hora de determinar quem pode ter cartão de crédito, não é? Então, imagine o que acontece quando, ao digitar sua data de nascimento, o dedo escorrega e você coloca um número errado! O banco pode suspeitar de fraude e o cartão possivelmente será negado.

Portanto, para ter seu pedido de cartão aprovado, é muito importante prestar atenção e transmitir direitinho todas as informações, incluindo renda mensal. Lembre-se que o banco vai checar todos os dados!

Atenção! Saber o motivo da negativa é um direito seu

Como visto, se você tiver um pedido de cartão negado, é possível reverter a situação a curto, médio ou longo prazo. O problema é que, muitas vezes, as empresas não informam o motivo da recusa, ou alegam ter sido uma decisão por política interna.

De fato, cada instituição financeira tem autonomia para decidir para quem vai dar ou não um cartão de crédito. No entanto, de acordo com o artigo 43 do Código de Defesa do Consumidor, elas são obrigadas a esclarecer o motivo exato da decisão, o que vale também para os pedidos de empréstimo. Caso o banco se recuse a explicar de forma clara a razão da negativa, você pode inclusive entrar com uma ação judicial.

Agora que você já conhece as principais razões para ter um cartão de crédito negado, aproveite que está na CartãoJá e compare todas as opções compatíveis com a sua renda. Lembre-se de preencher com cuidado suas informações para aumentar as chances de ser aprovado!