Melhor dia para compras: o que significa e como se programar


Sem dúvida, uma das vantagens mais cobiçadas do cartão de crédito é ter um respiro de até 40 dias antes de pagar por um produto ou serviço. Confira dicas para aproveitar o benefício.

Fazer compras com o cartão de crédito pode ter uma série de vantagens. Para ficar só nas mais famosas, alguns cartões oferecem: acúmulo de pontos, seguro de viagem e até garantia estendida. Porém, a vantagem principal — e razão de ser dos cartões de crédito —, é ter até 40 dias para pagar por uma despesa. Isso vale para todos eles, independente da categoria ou da bandeira.

“Mas minha renda não aumenta com o prazo maior, e eu continuarei tendo que pagar pela compra”, é o que pode estar pensando. E é verdade. No entanto, saber qual é o melhor dia para compras com o cartão de crédito pode salvar naqueles momentos em que as contas do mês já estão sobrecarregadas. Ainda mais quando sabemos que o mês seguinte será mais tranquilo financeiramente.

“Para tirar melhor proveito dessa vantagem, é importante conhecê-la muito bem, fazer as contas, e, principalmente, ficar atento às datas. Do contrário, você pode se enrolar e ter dificuldade na hora do pagamento da fatura.”


Como saber qual é o melhor dia para compras

via GIPHY


A regra não é a mesma para todos os cartões de crédito. Embora cada vez mais cartões busquem atrair clientes com a promessa de até 40 dias para pagar por uma compra, alguns podem oferecer 35 dias, outros trabalham com 37.

“O que não muda é que o melhor dia para compras com o cartão de crédito sempre vai coincidir com o data de fechamento da fatura. Cuidado: de fechamento, não de vencimento!”

Ficou confuso? A gente explica: na teoria, os cartões de crédito trabalham com o ciclo de um mês, já que o pagamento da fatura cai sempre no mesmo dia, todos os meses. No entanto, essa é apenas a data limite para pagamento da conta. Antes disso, o emissor do cartão precisa de uns dias para processar o fechamento, enviar a conta e garantir que você tenha um tempinho para avaliá-la. E é isso que te dá um prazo extra.

Agora, vamos a um exemplo prático: supondo que o vencimento da sua fatura seja todo dia 15. Se o fechamento ocorre 10 dias antes, o melhor dia para compras – supostamente – será todo dia 5, quando você terá 40 dias para pagar por elas. Mas, fique atento: feriados e fins de semana podem interferir nessa contagem. Por isso, o melhor jeito de ter certeza de qual é o melhor dia para compras é conferir a própria fatura do cartão ou buscar essa informação no aplicativo dele.

Data de vencimento do cartão: escolha o dia certo!

via GIPHY


Quando contratamos um cartão de crédito, o emissor geralmente dá opção de escolher entre algumas datas de vencimento. Nessa hora, 2 erros são muito comuns:
  1. Escolher a mesma data ou uma data muito próxima ao nosso dia de pagamento: muita gente recebe o salário no 5º dia útil de cada mês. Isso significa que, dependendo de fins de semana e feriados, há chances de o salário cair só no dia 10, por exemplo. Se o vencimento da sua fatura for no dia 7, pode ser que você não tenha como arcar com ela.
  2. Escolher uma data muito distante do dia de pagamento: por outro lado, receber o salário no 5º dia útil e ter um vencimento por volta dos dias 25 ou 30 também não é uma boa ideia. É comum ouvir relatos de pessoas que gastaram tudo ao longo do mês e acabaram sem dinheiro para pagar a fatura. Lembre-se de que os juros do cartão estão entre os mais altos do mercado!

Por esses motivos, para trabalhadores assalariados ou autônomos que recebem na mesma data todos os meses, a data de vencimento mais segura é por volta de 10 dias após o pagamento.

Quando esperar para usar os 40 dias de prazo

via GIPHY


É importante destacar que só as compras realizadas no dia do fechamento têm cerca de 40 dias de prazo para pagamento. A partir dessa data, o período diminui conforme se aproxima o fechamento da próxima fatura.

Retomando o exemplo do cartão com vencimento no dia 15, isso significa que uma compra realizada no dia 4 – ou seja, 1 dia antes do fechamento – deverá ser paga em apenas 11 dias. Com isso, é natural pensar que, se você deseja fazer uma compra entre os dias 1 e 4, o melhor é segurar até o dia 5. Mas tudo vai depender do planejamento das suas finanças.

Vamos imaginar que você está financeiramente tranquilo neste mês, mas sabe que a conta do cartão será alta no mês seguinte. Nesse caso, melhor incluir as despesas necessárias na fatura deste mês. Se, por outro lado, o dinheiro estiver comprometido com muitas despesas dentro ou fora do cartão, pode ser interessante adiar o pagamento da compra, já que ele vai depender do salário só do próximo mês.


Dividindo os gastos ao longo do mês


Para muita gente, tão aguardada quanto a virada do ano é a virada do cartão de crédito. A partir daquela data, tudo o que você comprar vai cair só no mês seguinte! Não à toa, um erro muito comum é extrapolar nas compras logo após o fechamento da fatura. Afinal, você vai ter 40 dias para pagar!

“Mas e o resto do mês? Pense sempre que seus gastos devem ser proporcionais à sua renda mensal, não ao limite do cartão de crédito ou ao prazo da fatura.”

Sendo assim, o melhor é fazer um planejamento, determinar o seu próprio limite de gastos no cartão de crédito e gerenciar isso ao longo do mês. O bom é que hoje em dia a maioria dos cartões tem aplicativos. Ter a fatura sempre à mão – literalmente, no celular – ajuda demais a se manter na linha e a não extrapolar o orçamento no fim do mês.

Falando em extrapolar, fique muito atento às parcelas! Se você estabeleceu um limite de R$ 800 para gastos no cartão, mas parcelou uma compra de R$ 300 em 2 vezes, significa que, durante dois meses, seu limite para gastos será de R$ 650. Leve isso em conta antes de fazer qualquer compra e, principalmente, antes de fazer novas parcelas.

Acredite, colocando os gastos na ponta do lápis (ou no aplicativo!) e seguindo estas dicas, o cartão de crédito tem tudo para ser um grande aliado — e o melhor: vem junto com uma diversidade de benefícios!