Minizinha: a máquina de cartão para quem quer gastar pouco

Salvo por alguns trocados, hoje em dia é muito difícil encontrar quem ande com dinheiro na carteira. Além da segurança — em caso de perda ou roubo, é só pedir o cancelamento —, a praticidade oferecida pelos cartões de débito e de crédito fazem com que muitos consumidores optem por essa forma de pagamento. Por isso mesmo, para não perder vendas, é importante trabalhar com essa possibilidade. Para isso, é possível contar com a Minizinha.

Voltada para desde lojas até profissionais autônomos, esse modelo de maquininha da PagSeguro permite receber pagamentos no cartão de maneira simples e sem burocracia: para começar a usar, não é preciso ter conta em banco, pagar aluguel ou taxa de adesão. A seguir, saiba mais sobre as vantagens e características da máquina de cartão Minizinha.

Conheça as principais vantagens da Minizinha

Minizinha PagSeguro

Para o pequeno empreendedor, poucas situações são mais frustrantes do que se deparar com alguém interessado em comprar seu produto, mas sem dinheiro para pagar por ele. Nessas horas, ter uma alternativa de pagamento mais garantida que o velho fiado é uma das principais vantagens da Minizinha. Abaixo, listamos outras características da maquininha:

  • Para contratar, não é preciso passar por análise de crédito;
  • Valor de aquisição acessível e abaixo da média do mercado;
  • Não há cobrança de taxa de aluguel ou de adesão;
  • Aceita as principais bandeiras, incluindo vale-refeição;
  • Envio de comprovante de pagamento gratuito por SMS ou e-mail;
  • Conexão via bluetooth (compatível com Android e iOS);
  • Taxa zero sobre o valor das vendas nos 3 primeiros meses.

Outra vantagem da Minizinha é que, como o próprio nome sugere, ela é pequena e muito leve. Ou seja, é a maquininha ideal para carregar na bolsa e levar para qualquer lugar. Mas fique atento à bateria: em média, ela dura aproximadamente 4 horas sem ser recarregada.

 

Como eu faço para comprar e começar a usar a Minizinha

Como comprar a Minizinha PagSeguro
Foto: Blake Wisz/Unsplash

Diferente de alguns modelos de maquininha mais caros e avançados, a Minizinha não possui um chip com banco de dados próprio. Portanto, a primeira exigência para quem deseja contratar a Minizinha é ter um celular compatível com ela. Até porque as vendas são feitas por um aplicativo. Os dados colocados ali são transmitidos via conexão Bluetooth.

Tanto pessoas físicas quanto jurídicas podem contratar a Minizinha em apenas alguns minutos. Não é preciso passar por análise de crédito ou apresentar muitos documentos. Basta se cadastrar no PagSeguro, digitar alguns dados pessoais e fazer o pagamento do produto como em uma compra normal. O prazo para entrega é de até 10 dias úteis.

Para receber o valor das vendas, você pode cadastrar uma conta corrente ou poupança pessoal, já utilizada por você. Ou, para quem não tem conta bancária, é possível adquirir um cartão pré-pago junto com a maquininha a fim de receber os valores nele. Gratuito, esse cartão também não possui anuidade, mensalidade ou fatura.

Taxas da Minizinha: quais são os valores e como calcular

A contrapartida pelo uso das maquininhas de cartão é o pagamento de algumas taxas que são diferentes para compras no débito e no crédito. No caso da Minizinha, ela trabalha com taxas que ficam na média ou abaixo daquelas praticadas pelo restante do mercado. Atualmente, ela também oferece uma promoção de taxa 0% nos 3 primeiros meses (ou o total de R$ 1.500 em vendas), para as compras à vista no crédito ou no débito.

Passado esse período, é descontado 1,99% do valor da venda para as compras feitas no débito no primeiro ano (a taxa sobe para 2,39% após 12 meses). O valor é liberado na conta do contratante imediatamente. Já para as vendas passadas no crédito, as taxas variam de acordo com o tipo de compra (à vista ou parcelada) e prazo de recebimento:

Tipo de pagamento Recebimento na hora* Recebimento em 14 dias Recebimento em 30 dias
Crédito à vista 4,99% 3,99% 3,19%
Parcelado 5,59% + 2,99% ao mês 4,59% + 2,99% ao mês 3,79% + 2,99% ao mês

*O valor pode ser pago em até 1 hora, plano exclusivo para transações senha e chip e contactless. Para as demais transações, o valor pode ser creditado em até 7 dias úteis.

Como exemplo, vamos imaginar que você fez uma venda no valor de R$ 600, parcelada em 6 vezes. Caso queira receber o valor da compra na hora, serão descontados do total 5,59% + 17,94% (2,99% x 6 meses). Logo, você receberia o equivalente a R$ 458,82. Ou, se optar por esperar e receber em 30 dias, o total seria de R$ 473,22.

Para quem a Minizinha é indicada?

Para quem a Minizinha é indicada
Foto: Annie Spratt/Unsplash

Ainda que cobre taxas pelo uso do serviço, a Minizinha pode contribuir para aumentar a receita de pequenos empreendedores, lojas, profissionais autônomos, etc. Afinal, aceitar cartões como forma de pagamento tende a aumentar também o número de vendas. Nesse sentido, também ajuda muito o fato de a Minizinha aceitar todas as principais bandeiras, além de vale-refeição.

Por outro lado, justamente para ser mais acessível, a Minizinha tem algumas limitações técnicas. É o caso, por exemplo, da necessidade de uso de aplicativo, conexão via bluetooth com celular e duração relativamente curta da bateria (em média, até 4 horas). Portanto, ela é mais indicada para aqueles que estão começando e ainda possuem um número reduzido de vendas.

E então, gostou de conhecer mais sobre a Minizinha? Continue acompanhando nosso blog para mais dicas de como usar o cartão de crédito para aprimorar o seu negócio.

Saiba mais e compre a Minizinha